quinta-feira, 3 de maio de 2007

validuaté no cê


Em 24 de abril tivemos a oportunidade de tocar na abertura do show do Caetano Veloso. Foi uma experiência que gerou muitas, ou pelo menos algumas, expectativas. Por alguns momentos achamos que poderíamos até ter algum contato imediato com ele. Que nada. Eram 16 anos sem pisar por aqui e, como se poderia prever, havia milhares de pessoas querendo ver, falar, tocar, beijar, ou sei lá o quê com Caetano. Tocamos no início da festa. Afinal, alguém tinha de fazer o trabalho "sujo". E que sujeira no som! Quem não nos conhecia talvez não quisesse ver pra crer. E quem jamais esquece nem pôde reconhecer. (Exagero!?!). Mas o samba saiu (laiá laiá)! O pior é que o trabalho "sujo" parece ter se extendido aos outros artistas daqui que por lá se apresentaram. Até melhorou, no final! Mas quem queria saber? A noite era de Caetano. Os outros a gente vê outro dia, num som melhor, num show maior... E eis que lá pela meia noite surgem Caetano e seu power trio - Pedro Sá, Ricardo Dias Gomes e Marcelo Callado - (competentíssimos!) à frente de um pano roxo, sob alguns bastões coloridos e fitas atravessando o palco num sorriso elástico. Som e luz perfeitos! Um belíssimo show. Principalmente para que gosta do novo trabalho do baiano. Já quem esperava ouvir o "leãozinho", ou "você é linda", ou ainda "sem lenço sem documento", deve ter adorado sair do show cantando o refrão pop "Odeio você! Odeio você!". Entretanto, acredito que todos aproveitaram a noite da melhor maneira. Confesso que, ouvindo o Cd depois do show, dá até uma saudade estranha. Será isso uma prova da força caetânica que causa tanto estranhamento nas pessoas que o vêm admirando ou com ele se incomodando tão expressivamente ao longo de décadas de trabalho na música brasileira? Vai ver o é. Ou não. O certo é que a noite poderia ter sido muito mais prazenteira, pelo menos pra amenizar uma saudade de dezesseis anos. Veleu aexperiência. Para nós, em todos os sentidos.


2 comentários:

cris andrade disse...

pois então os moços tocaram na abertura do show do Caetano?! nossa... contato imediato zero vezes zero igual a zero, é, essas coisas acontecem... mas q bom q valeu a experiência!!
mudando aqui um tiquim de assunto, rapaz tu me apresentou uma palavra, q para mim soa como um neologismo daqueles!:PRAZENTEIRA! fui apresentada à palavra PRAZEROSO/A a muito tempo atrás... mas PRAZENTEIRA me surpreendeu, prazer dona PRAZENTEIRA rs... um grande abraço e, não deixe de postar. agora q lhe achei vou sempra q possível lhe fazer uma visitinha.. bjos

Anônimo disse...

Oi, eu adoro as músicas de vocês, gosto tanto que queria trabalhá-las nas minhas aulas de português, então eu queria pedir as letras das músicas "Cortesia" e "Me abana bem", se vocês pudessem mandar para o meu orkut, seria maravilhoso. O meu nome é Iara Evangelista, pronto aí é só procurar no orkut não tem erro. Parabéns pelo sucesso, beijos!!!!!!!!