sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

Leminski: para catar alguns arrepios. 1º movimento





vão é tudo
que não for prazer.


__POESIA: "words set to music" (Dante
via Pound), "uma viagem ao
desconhecido" (Maiakovski), "cernes e
medulas" (Ezra Pound), "a fala do
infalável" (Gothe), "linguagem
voltada para a sua propria
materialidade" (Jakobson),
"permanente hesitação entre som
e sentido" (Paul Valery), "fundação do
ser mediante a palavra" (Heidegger),
"a religião original da humanidade"
(Novalis), "as melhores palavras na
melhor ordem" (Coleridge), "emoção
relembrada na tranquilidade"
(Wordsworth), "ciência e paixão"
(Alfred de Vigny), "se faz com
palavras, não com ideias"
(Ricardo Reis/Fernando Pessoa), "um
fingimento deveras" (Fernando
Pessoa), "criticism of life" (Mattew
Arnold), "palavra-coisa" (Sartre),
"linguagem em estado de pureza
selvagem" (Octávio Paz), "poetry is to
inspire" (Bob Dylan), "design de
linguagem" (Decio Pignatari), "lo
imposible hecho posible" (Garcia
Lorca), "aquilo que se perde na
tradução" (Robert Frost), "a liberdade
da minha linguagem" (Paulo
Leminski)...

:

enchantagem


de tanto não fazer nada
acabo de ser culpado de tudo

esperanças, cheguei
tarde demais como uma lágrima

de tanto fazer tudo
parecer perfeito
você pode ficar louco
ou para todos os efeitos
suspeito
de ser verbo sem sujeito

pense um pouco
beba bastante
depois me conte direito

que aconteça o contrário
custe o que custar
deseja
quem quer que seja
tem calendário de tristezas
celebrar

tanto evitar o inevitável
in vino veritas
me parece
verdade

o pau na vida
o vinagre
vinho suave

pense e te pareça
senão eu te invento por toda a eternidade

.........................................

ERRA UMA VEZ


nunca cometo o mesmo erro
duas vezes
já cometo duas três
quatro cinco seis
até esse erro aprender
que só o erro tem vez

...................................

o amor, esse sufoco,
agora há pouco era muito,
agora, apenas um sopro

ah, troço de louco,
corações trocando rosas,
e socos

.........................


AMOR BASTANTE


quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante

basta um instante
e você tem amor bastante

.................................

prazer
da pura percepção
os sentidos
sejam a crítica
da razão

.........................


a noite
me pinga uma estrela no olho
e passa

6 comentários:

s.luissa disse...

Cara, algumas pessoas podem achar tolo esse meu comentário, mas quando leio Leminski só penso mesmo uma coisa: Leminski é Leminski. Nada mais, nada menos.
Ser em substância!
Abraço pr'ôces!

Larien disse...

Dia 20 fui pro churú e dancei o show de vocês do começo ao fim...
Posso dizer assim:
-Puxa!! Como melhoram desde o primeiro show que assisti... :DD
As músicas, a poesia... tudo em harmonia.
Estão realmente de parabéns e eu só tenho que me alegrar, pois são mais um grupo de pessoas corajosas em mostrar verdadeiramente aquilo que gostam e que acreditam.
Não desistam nunca meninos, não deixem de divulgar e expor em lírica a nossa cultura nordestina e teresinense, sou mais uma fã de carteirinha de vocês.
Um grande beijo e
FORÇA PRA LUTAR E FÈ PARA VENCER!!!

RosaDhalia disse...

eita, que Validuaté vale até num querer mais...
Vale até o quanto tu quiser
Vale até o quanto eu puder
Vale até o dia em que eu me cansar
e valer alguma coisa mais
Vale até eu dizer chega
e reinventar uma nova forma
de Validuaté ser maior do que puder...
é validuatéhoje
é validuatéamanhã
é validuatéquando
é validuatétodoosdias
em que uma rosadhalia incandescente
se abra no meu jardim
e fique cega com a sua estrela que o céu pingou no meu olho de manhã[...]
a intenção é validuaté sempre

rosadhalia disse...

é ser validuaté sempre

andreia disse...

A Banda vALIDUATÉ é D+,que som, que poesia, que presença de palco.Sempre fiz parte do mundo alternativo em Brasilia, e sei que o Brasil é rico em cultura, mas não imaginei encontrar em Teresina algo como a validuaté, pois sempre tenho contato com alguns conhecidos do Piauí e o que percebo é uma ligação muito forte com o forró, não quero aki fazer um manifesto contra o forró, mas algumas pessoas que conheco não abrem os ouvidos para um outro estilo a não ser o forró.Gostaria que prestassem mais atenção no que tem a sua volta, seriam bem mais informados musiculturalmente.
Conheci vcs através do Cesar Augusto e agradecerei sempre a ele por esse momento.

fagão disse...

pô, massa prometo que passarei mais vezes